Voltar

Portugal bloqueou mil milhões de links

As autoridades portuguesas bloquearam no ano passado o acesso a mais de mil milhões de conteúdos piratas na internet, o que significa uma diminuição de 56,7% nos acessos ilegais a sites.

 

2017 foi “o melhor ano de sempre” no combate à pirataria, diz a FEVIP – Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais.

Relatório: Estudo revela que maior parte dos conteúdos bloqueados são filmes (507 milhões) e séries (412 milhões).

SITES: Centenas de páginas foram removidas pelas autoridades em 2017.

 

Este resultado decorre da assinatura do Memorando de Entendimento Antipirataria assinado entre a inspeção-geral das Atividades Culturais, operadoras de telecomunicações e várias associações de defesa dos direitos de autor.

 

Consulte informação adicional, aqui.